Iniciativa de Betim propõe captar água de um poço artesiano planejado para o Parque Ecológico Felisberto Neves

O projeto “Semeando Água”, desenvolvido pela secretaria municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Betim, foi uma das iniciativas apresentadas no Workshop Nacional Urban – LEDS II. O evento foi promovido durante a Semana do Clima da América Latina e Caribe 2019, que começou na segunda-feira (19) e termina nesta sexta (23) em Salvador (BA). O município foi representado pelo secretário do Meio Ambiente, Ednard Tolomeu.

O evento é uma promoção do Iclei – Governos Locais pela Sustentabilidade, rede global composta por de mais de 1.750 governos locais e regionais. O encontro busca alternativas para o financiamento de estratégias de desenvolvimento urbano de baixo carbono, além de reunir municípios participantes de projetos como o Urban LEDS e promover o Fórum de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras.

A iniciativa de Betim propõe captar água de um poço artesiano planejado para o Parque Ecológico Felisberto Neves, por meio de bombeamento através de energia solar. A água captada será usada para manutenção da fauna e da flora do parque. Em longo prazo, espera-se tornar o projeto viável e implementá-lo nos centros infantis municipais, creches conveniadas, escolas sustentáveis, unidades básicas de saúde, hortas comunitárias, agricultura familiar e demais segmentos voltados para o desenvolvimento de ações sustentáveis.

“A eventual aprovação do projeto de Betim, com a captação do recurso disponível e a implantação do sistema piloto no Felisberto Neves, permitirá a consolidação do parque como um grande Centro de Educação Ambiental para a população de Betim”, frisou Ednard.

Segundo ele, o workshop possibilitou aos participantes, além da apresentação de suas propostas, conhecimento acerca de capacidades para a elaboração de projetos financiáveis, considerando aspectos de mitigação e adaptação à mudança do clima. O processo, composto por várias etapas – sendo o workshop a primeira delas – irá viabilizar a implementação de dois projetos pilotos em 2020. Dentre eles, um será escolhido para ser implementado e financiado com a verba disponibilizada pelo Iclei, correspondente a 15 mil euros. Além de financiar o projeto selecionado, o Iclei é responsável por todos os custos, entre a viagem e a hospedagem dos gestores municipais.

Também participaram do encontro representantes das prefeituras de Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e Sorocaba (SP).

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here