Betim fecha comércio não essencial nos fins de semana

0
427
Objetivo é evitar a superlotação nos comércios betinenses com visitas de pessoas de outras cidades que estão com o comércio fechado. Foto: Prefeitura de Betim.

Durante os fins de semana, os shoppings da cidade estarão fechados, inclusive, para o funcionamento das atividades essenciais

Betim efetua novas alterações no funcionamento do comércio e determina que serviços não essenciais não irão funcionar nos fins de semana. Os estabelecimentos que estão permitidos a funcionar também deverão seguir o novo horário reduzido das 10h às 16h.

A medida foi anunciada pelo Prefeito de Betim, Vittorio Medioli, nesta quarta-feira 1º de julho. Segundo Medioli, o objetivo é evitar a superlotação nos comércios betinenses com visitas de pessoas de outras cidades que estão com o comércio fechado.

“Hoje, Betim encontra-se em situação satisfatória de atendimento, já que não possui fila para atendimento aos infectados pela Covid-19. Não é necessário pânico, mas precisamos de uma população educada quanto às medidas de prevenção”, destacou.

De acordo com a prefeitura, durante os fins de semana, os shoppings da cidade estarão fechados, inclusive, para o funcionamento das atividades essenciais. Já os bares poderão funcionar apenas para entrega em domicílio ou retirada de alimentos prontos, de segunda a sexta. A medida estará em vigor até o dia 20 deste mês. O decreto será publicado, ainda nesta tarde, no Órgão Oficial do Município.

O funcionamento dos estabelecimentos de forma escalonada, decretado no dia 22 de junho, continua em vigor, ou seja, de segunda a sexta, porém respeitando o horário das 10h às 16h. A medida irá prevalecer até o dia 20 de julho.

Assim como os shoppings, o camelódromo e as feira-shoppings não poderão abrir nos fins de semana, apenas de segunda a sexta, revezando as bancas e intercalando entre uma aberta e uma fechada.

Igrejas e templos religiosos estão permitidos a realizarem celebrações apenas às quartas, sextas e domingos. Os organizadores das cerimônias devem assinar o Termo de Ajustamento Municipal (Tam).

“Os estabelecimentos poderão funcionar apenas em regime de alternância e, ainda, devem cumprir as medidas restritivas de prevenção ao vírus, como por exemplo: aferição da temperatura corporal, disponibilização de álcool e tapetes sanitizantes aos clientes”, finaliza o prefeito.

A administração municipal também determinou que o transporte coletivo não exceda a lotação máxima de passageiros sentados. Além dos veículos garantirem disponibilização de álcool 70% a todos os usuários.

Covid-19

De acordo com o último boletim disponibilizado pela prefeitura nesta tarde (1º), em Betim contabiliza 11.190 notificações de Síndrome Gripal, com 4.798 testados e descartados para Covid-19, e 886 confirmados, sendo 328 já recuperados e 510 em acompanhamento, desses 14 internados no SUS residentes em Betim. Já foram registradas 34 mortes pela Covid-19 no município.

Mais leitos

O Centro de Cuidados Intensivos (Cecovi-4), instalado no Centro Materno-infantil, recebeu mais 10 leitos de CTI. A informação foi confirmada pela Prefeitura de Betim no dia 30 de junho. A unidade de saúde agora conta com 60 leitos para o atendimento de pacientes com quadro grave.

“Estamos acompanhando a taxa de ocupação dos leitos e o aumento do número de casos de síndrome gripal no município, e, se identificarmos que há necessidade, outros 20 leitos de CTI poderão ser abertos, em julho, no Centro Materno-infantil”, afirmou o secretário adjunto de Assistência à Saúde, Hilton Soares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here