Betim terá apenas uma central de hidratação para dengue

0
479
Posto de hidratação venosa da UPA Teresópolis continua funcionando. Foto: Anselmo UBL.

Decisão da prefeitura foi em decorrência da redução de casos confirmados da doença

Diante da redução de casos de dengue em Betim, a prefeitura encerrou, em 10 de maio, as atividades da central de hidratação venosa na clínica da Asmube, no bairro Espírito Santo. A unidade foi aberta no dia 14 de fevereiro, no início da epidemia que atingiu não só o município, mas todo o Estado. Neste período, cerca de 9.500 pacientes foram atendidos no local.

“Essa unidade foi um grande ganho pois ajudou a desafogar as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e de Pronto Atendimento (UPA)”, afirmou o diretor da Vigilância em Saúde, Nilvan Baeta.

Ele explica que entre abril, pico da epidemia, e o início de maio, houve uma redução de 37% dos casos confirmados de dengue. O número tende a reduzir a partir de agora, com a chegada do inverno. “A queda está expressiva”, destacou. Até o fechamento desta edição foram notificados 25.074 casos em Betim, dos quais 16.566 haviam sido confirmados.

Já o posto de hidratação dentro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Jardim Teresópolis continua em funcionamento.

Prevenção

A partir de agora, Baeta afirma que serão intensificadas ações de vigilância em saúde. Algumas delas são: entrada forçada em lotes fechados, com a presença da guarda municipal, fiscal sanitário e agente de controle de endemias; trabalhos no comitê central de arboviroses e comitês locais, das regionais; além de trabalhos de conscientização e educação ambiental, já que 80% dos focos de dengue, conforme informações da prefeitura, estão dentro das casas.

“O objetivo desse trabalho é para que não tenhamos uma nova epidemia no ano que vem”, afirmou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here