Eleições 2020: pesquisa encomendada pela CDL-Betim aponta liderança de Vittorio Medioli

0
389
Na pesquisa espontânea Vittorio Medioli (PSD) lidera com 27% das intenções de votos contra 3% para Maria do Carmo (PT). Foto: Prefeitura de Betim.

Neste ano, 274.502 eleitores estão aptos a votar em Betim de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral

Um estudo efetuado pela Quaest Consultoria e Pesquisa, encomendado pela Câmara dos Dirigentes Lojistas de Betim (CDL-Betim), demonstrou que o atual prefeito Vittorio Medioli (PSD) lidera a disputa pela prefeitura em Betim sobre os outros pré- -candidatos.

A pesquisa ocorreu entre os dias 26 e 28 de agosto e abordou 1.000 pessoas sobre quem eles iriam votar nas eleições caso a disputa fosse na data referente ao estudo.

Segundo os dados da Quaest, na pesquisa estimulada – na qual os nomes dos pré-candidatos são apresentados – o atual prefeito ocupa a liderança com 47% das intenções. A segunda colocada é a candidata do PT, Maria do Carmo com 16%.

Ainda nesse panorama, aparece o atual vice-prefeito, Dr. Vinícius Resende (Rede), também pré-candidato à prefeitura, em terceiro lugar com 5% das intenções. Logo depois, em quarto lugar; o Dr. Xaropinho (MDB) com 2%, o quinto e sexto lugar são ocupados, respectivamente, pela Dorinha (PSTU) e Junio Araújo (Solidariedade) cada um com 1%. Em seguida, sem atingir 1% das intenções de votos, aparecem Elias Nascimento (PSB) e Gabriela Clemente (Psol). Votos brancos e nulos somam 11% e pessoas que não sabem em quem votar ou não quiseram responder são 17%.

Já na pesquisa espontânea – na qual os nomes dos pré-candidatos não são apresentados – o prefeito atual também segue liderando o ranking. São 27% das intenções de votos para Medioli, 3% para Maria do Carmo e 1% para Dr. Vinícius.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Betim tem 274.502 eleitores aptos a votar nas eleições municipais de 2020.

Administrações Públicas

A pesquisa promovida pela CDL também interrogou aos participantes sobre a avaliação geral das administrações públicas.

Sobre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), 38% dos entrevistados consideram a gestão boa, 23% consideram regular, 37% negativa e 1% não souberam responder ou não quiseram participar.

A respeito do governo estadual, 35% aprovam Romeu Zema (Novo), 39% acham sua gestão regular, 19% reprovam o político e 7% não souberam responder ou não quiseram participar.

Referente aos dados de Vittorio Medioli, é possível perceber que o chefe do executivo de Betim supera em porcentagem de aprovação o presidente e o governador de MG. Vittorio tem 50% de aprovação, 34% acham sua administração regular, 14% disseram ser negativo seu governo e 2% não souberam responder ou não quiseram participar.

Serviços públicos

O levantamento também perguntou aos moradores de Betim qual a opinião deles a respeito dos serviços públicos do município.

As escolas municipais tiveram 54% de aprovação, 21% acham o serviço regular, 9% não estão satisfeitos e 15% não souberam responder ou não quiseram participar. Sobre os ônibus municipais, 17% das pessoas aprovam o transporte, 23% disseram ser regular o serviço, 57% demonstraram insatisfação e 3% não souberam responder ou não quiseram participar.

A respeito das Unidades Básicas de Saúde, 22% aprovaram o serviço, 31% demonstraram satisfação regular, 42% avaliaram negativamente os serviços e 2% não souberam responder ou não quiseram participar.

Além disso, o estudo questionou aos entrevistados como anda a evolução da cidade. Para 47% dos betinenses está melhorando, para 43% está parada e para 8% está piorando. Apenas 1% não souberam responder ou não quiseram participar.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE_MG), sob o nº 03380/2020 e tem margem de erro máximo de 3.1 pontos percentuais para mais ou para menos. O percentual de confiança é de 95%, considerando a margem de erro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here