Coluna: o feminismo e a moda

0
834
Feminismo e moda.

Para mim a melhor expressão do feminismo é a libertação de tabus que, principalmente na moda, leva mulheres a assumirem o que querem! “Look de casada”, “roupa de solteira”, peças certas para isto ou para aquilo… chega, né? Já está mais do que na hora da gente usar o que quer. Se sente bem de bermuda? Use! O momento é de escolhas reais para nós, mulheres. Ser feminista não tem nada a ver com não ser feminina. E ser feminina é ser real, natural e se apresentar da maneira como se sente bem, concorda? Sim, eu sei, esta discussão vai longe.

Quem acompanha esta coluna já deve ter visto aqui a expressão “segurar o look”. A mulher que “segura o look” é aquela que se arrisca no que quer e se sente segura com o visual que escolhe, sem depender de aprovações. Isto é lindo e libertador! E se você gosta de pesquisar as peças que favorecem mais o seu biótipo, ótimo. Mas se você não quer dica de nada, apenas vestir e sair, bom também. O importante é “segurar o look” e ser feliz!

O feminismo aborda cada vez mais a relação da mulher com o espelho, afinal o corpo feminino é uma forte ferramenta de expressão de desejos e posicionamentos. A moda está fortemente ligada neste movimento todo. A começar pelas peças unissex (calças, camisas, itens de alfaiataria, etc). Outra prioridade atendida pelas grandes marcas é o conforto pensado para as necessidades diárias da mulher atual. Uma grande verdade seja dita: saltos finos e altos não são confortáveis! Já reparou como os calçados de saltos têm surgido na moda com propostas bem mais confortáveis? E a onda de tênis para serem usados com todo tipo de roupa? Desconstrução, meninas. Vamos todas juntas nesta?

Fiz uma seleção de imagens inspiradoras sobre o tema. Que tal fazer uma análise sobre o próprio visual? Está tudo de acordo com a sua personalidade e valores?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here