Perícia vai analisar causas do incêndio em fábrica de tintas, em Betim

0
311
Incêndio consumiu 700 metros de área da fábrica, dos 2.800 totais. Foto: CBMMG/ Divulgação.

Bombeiros levaram cerca de sete horas para debelar as chamas, na noite desta terça-feira

A fábrica de tintas atingida por um incêndio na noite desta terça-feira (3), em Betim, teve cerca de 700 metros de área danificados, dos 2.800 totais, de acordo com laudo da Superintendência de Defesa Civil da cidade. O órgão esteve no local na manhã desta quarta (4) e constatou que o espaço para a produção das tintas e componentes foi totalmente destruído. O showroom se manteve intacto.

Ainda conforme informações da Defesa Civil, o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiro (AVCB), Alvará de Funcionamento e a Licença Ambiental estão todos devidamente regularizados. As causas do incêndio ainda são desconhecidas e o local atingido foi interditado para realização de perícias técnicas.

A fábrica fica na rua Gracyra Resse de Gouveia, 2000, no bairro Jardim Piemont. O fogo se iniciou no fim da tarde e, a princípio, 14 viaturas Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) auxiliaram no combate às chamas. Foram sete horas de trabalho para debelar o incêndio. Cerca de uma tonelada de resina foi queimada, além de tanques de solvente. O incidente não provocou vítimas.

Confira imagens do incêndio e dos danos causados:

 

Fotos: CBMMG/ Divulgação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here