Polícia Civil prende idoso suspeito de abusar sexualmente de sete crianças

0
220
Homem se aproveitava das visitas de amigas, crianças, que a neta recebia para abusar das menores de idade. Foto: Reprodução/ Internet.

Todas as vítimas, na ocasião das agressões sexuais, estavam com idades entre 5 e 11 anos

Em Betim, no dia 9 de junho, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu um idoso, de 77 anos, suspeito de ter abusado sexualmente de pelo menos sete crianças e adolescentes no município.

Em uma coletiva na última segunda-feira (15), a PCMG revelou que o homem, conhecido como “Tio Pedro”, teve o mandado de prisão temporária cumprido pelo crime de estupro de vulnerável. As investigações indicam que ele teria sido responsável por uma série de abusos sexuais há vários anos.

A titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) em Betim, delegada Ariadne Coelho, destaca que o homem preso tinha um bom relacionamento com as famílias das vítimas, com fácil acesso aos menores de idade, que ainda recebiam doces e dinheiro. “Apuramos que as vítimas são primas, sendo que duas delas ficaram preocupadas com uma parente mais nova, que estaria frequentando a casa do suspeito para brincar com a neta do suspeito. Elas então alertaram os pais, e a vítima confirmou que vinha sofrendo abusos nos últimos dois anos”, explicou a delegada.

Todas as vítimas, na ocasião das agressões sexuais, estavam com idades entre 5 e 11 anos. “Algumas delas foram abusadas durante anos, enquanto outras foram vítimas em apenas um episódio”, esclareceu Ariadne. “Ora elas eram atraídas para a casa do suspeito para brincar com a neta dele, assistindo filmes, e eram abusadas na residência dele; ora o suspeito ia até a casa da avó das vítimas, com a qual tinha relação de amizade, aproveitando para cometer os crimes”.

Apesar da PCMG ter confirmado sete vítimas, o suspeito não poderá responder por todos os crimes pois algumas já são adultas, tendo sido vitimadas há mais de 20 anos. “Apesar disso, os relatos dessas vítimas que hoje são adultas são extremamente importantes para ajudar no caso das vítimas atuais e evitar a revitimização. Ainda que se trate de um idoso, os crimes são muito graves, uma vez que violam a intimidade sexual dessas meninas”, destacou a delegada.

De acordo com a corporação, uma das vítimas, hoje em dia, faz uso de uma série de remédios controlados para ansiedade e teria tentado até mesmo tirar a própria vida. “Sabemos da dificuldade e do constrangimento que pode ser gerado em virtude de uma denúncia dessa natureza, mas é muito importante que vítimas de casos como esses não se calem, para que se tenha a devida responsabilização criminal por crimes tão hediondos”, finalizou Ariadne.

O suspeito, que não possuía passagens criminais, foi encaminhado ao Sistema Prisional e está à disposição da Justiça.

Em Betim, a equipe da Deam está devidamente capacitada e qualificada para proporcionar o acolhimento das vítimas, que podem se dirigir à unidade, localizada na rua Cecília Júlia do Prado, 255, 2º andar, Centro. As vítimas também podem denunciar os crimes, anonimamente, pelo Disque Denúncia Unificado 181 ou pelo Disque Direitos Humanos 100.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here