São Joaquim de Bicas completa 25 anos de emancipação

0
884
"Salve São Joaquim de Bicas! Na terra bendita da cruz, o saber a aurora desponta vertendo nos montes torrentes de luz”, trecho do hino oficial da cidade. Foto: Divulgação/ Prefeitura de São Joaquim de Bicas.

Oficializado há duas décadas e meia, o município da região metropolitana de BH hoje conta com cerca de 33 mil habitantes em uma área de 71 km²

Nesta segunda-feira (21), São Joaquim de Bicas comemora o 25º aniversário. Emancipada em 1995, o local já tinha esse nome desde do ano de 1880, quando ainda era apenas um povoado que fazia parte da cidade de Igarapé (na época conhecida como Barreiro).

Nesse pequeno arraial que estava surgindo foi construída uma capelinha e nela colocada sobre o altar uma imagem de São Joaquim, essa imagem e o aspecto da vegetação local renderam o primeiro nome dado a região, São Joaquim do Campo Verde.

É importante destacar que o município surgiu quando bandeirantes que exploravam terras em Minas Gerais, no século XVIII, foram criando raízes no leito do Rio Paraopeba, já que o local era propício para plantação, criação de animais e tinha no cascalho escuro o ouro brilhante. Daí vem a alteração no nome da cidade, que, segundo o Wikipédia, durante o processo de mineração no rio os cascalhos eram lavados com jatos de água de bicas. Isso acabou por modificar o nome do povoado para São Joaquim de Bicas, como permanece até hoje.

Vizinho dos municípios de Igarapé, Betim, Mário Campos e Brumadinho, aquele tímido povoado oficializado há duas décadas e meia hoje conta com aproximadamente 33 mil habitantes, em uma área de 71,758 km², segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O aposentado Jadir Tourinho, de 79 anos, nasceu em São Jm. de Bicas, e, apesar de ter vivido um tempo fora da cidade, retornou em 1984, e desde então tem visto de perto cada evolução da cidade. “Retornei em 1984 para o município, quando ainda não tinha nenhuma infraestrutura urbana, completamente carente. Desde então, ‘Bicas’ tem mudado bastante. Hoje possui uma estrutura de asfalto, saúde e educação em grande parte da cidade. Claro que há muito o que melhorar, mas considerando de 25 anos pra cá, muita coisa evoluiu, e espero que melhore ainda mais. Essa população merece uma cidade cada vez melhor”, ressaltou Jadir.

O atual prefeito Guto Resende (Dem) é o sexto a ocupar a cadeira do executivo e o segundo a conseguir conquistar a reeleição. Aos moradores ele deixou os comprimentos. “No aniversário de nossa cidade, parabenizo todos que diariamente contribuem para o desenvolvimento e crescimento de uma São Joaquim de Bicas, com melhores condições de vida para todos”.

A equipe da Folha Vale do Paraopeba deseja a São Joaquim de Bicas que a cidade possa oferecer sempre aos moradores melhores condições de transporte, saúde e educação e, claro, segurança para se viver no município. Parabéns por mais um ano!

Salve São Joaquim de Bicas! Na terra bendita da cruz, o saber a aurora desponta vertendo nos montes torrentes de luz”, trecho do hino oficial da cidade.