Segurança: projeto Olho Vivo é ampliado em Igarapé

0
268
O objetivo é reforçar a segurança da população, de comerciantes e do patrimônio público. Foto: Prefeitura de Igarapé/ Divulgação.

Até o fim do processo, 32 câmeras estarão operando sob a supervisão da Polícia Militar

Tiveram início as obras de expansão do Olho Vivo em Igarapé. Agora, o sistema de videomonitoramento, também conhecido como igarape.online, está em mais seis pontos estratégicos da cidade, funcionando 24h.

O objetivo é reforçar a segurança da população, de comerciantes e do patrimônio público. Ao todo, até o fim do processo, 32 câmeras estarão operando sob a supervisão da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG). Dentro de um mês, a ampliação do sistema deve ser concluída.

Na primeira fase, em 2018, as estruturas de vigilância foram instaladas na trincheira da saída da cidade na rua João Rosa, na praça São Cristóvão, na rotatória central e no encontro das avenidas Clóvis Salgado e Norte-Sul, localizadas no bairro Cidade Clube Residência.

Agora, com essa iniciativa de ampliação do sistema, passam a ser monitorados por câmeras o Parque Ecológico da Barroca, o cruzamento das avenidas Córrego Fundo e Clóvis Salgado, em frente à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), a rua Santos Dumont, a rotatória da estrada que vai para a empresa Sada, na saída para Juatuba, próximo à Cemig, na rua Alexandre Nunes e na Igreja Matriz de Santo Antônio. Além dos bairros Marechal Rondon e Jardim das Roseiras. A sala de controle, responsável pelo monitoramento, também recebeu melhorias.

Todo esse trabalho coloca em prática a parceria firmada entre diversos setores, como a Prefeitura de Igarapé, Câmara Municipal, PMMG, SFox Telecom, rede de comerciantes e empresários da cidade, além do Conselho Comunitário de Segurança Pública (Consep), idealizador do projeto. A SFox Telecom foi encarregada de fornecer todo suporte técnico e disponibilização de rede fibra ótica e equipamentos. A empresa também ficou responsável pela elaboração das obras de infraestrutura.

TECNOLOGIA

Todos os equipamentos utilizados no Olho Vivo de Igarapé são de alta qualidade. Possuem tecnologia de ponta e blindagem contra vandalismo. Os aparelhos são capazes de captar imagens até 2 quilômetros de distância, mesmo com baixa ou nenhuma iluminação, e possuem autonomia elétrica. Sendo assim, caso falte energia da concessionária, o sistema de monitoramento permanecerá ligado – por certo período, sem prejuízos ao serviço de vigilância.

As imagens captadas ficam armazenadas à disposição da Polícia Militar para consultas. A central de monitoramento do Olho Vivo funciona de forma integrada com a Sala de Operações da Unidade (SOU) da PM, na sede da 7ª Cia da PMMG, localizada na avenida Governador Valadares, 750. Mais informações no site: www.igarape.online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here