Parceria entre prefeitura e Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) promove curso para equipe da secretaria municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

Betim utilizará, de forma piloto, ferramenta para suporte na elaboração e implementação de políticas públicas municipais de combate às mudanças climáticas. Esse é o mote do projeto Clima na Prática, cujo objetivo é articular ações e políticas públicas que reduzam as emissões de gases de efeito estufa e as vulnerabilidades territoriais. A proposta é promover, de forma inclusiva, o desenvolvimento de uma economia de baixo carbono.

Para que isso seja possível, 15 servidores da secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semmad) foram capacitados para a implantação de ações voltadas à energia e mudanças climáticas no munícipio. O treinamento é coordenado pela Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) e foi realizado na Divisão de Educação Ambiental, nos dias 11 e 12 de julho.

O programa

O Clima na Prática é uma adaptação do Climat Pratic, ferramenta já aplicada em municípios franceses que é desenvolvida no Estado por meio de articulação entre o governo de Minas e a Agência Francesa de Desenvolvimento (Agence Française de Développement – AFD).

Na opinião do secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Ednard Tolomeu, é necessário pensar em gestão ambiental considerando as mudanças climáticas. Segundo ele, as ações da Semmad são planejadas em prol da população, principalmente a carente, que sofre diretamente com as intempéries do clima. “Precisamos pensar a política ambiental como ferramenta para melhoria da qualidade de vida dos cidadãos”.

O servidor Leonardo Lara, analista ambiental e mestre em Sustentabilidade e Tecnologia Ambiental, considera a capacitação de suma importância para o município, uma vez que a abordagem das mudanças climáticas em nível local pode trazer muitos benefícios positivos para uma cidade.

“As atividades antrópicas, causadoras de diversos impactos negativos ao meio ambiente, são os estímulos que impulsionam os munícipes e o setor público a reverem suas ações em relação ao meio a qual estão inseridos. Assim, podem criar oportunidades como a elaboração de Inventários de Emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE’s) e Planos de Ação de Redução dos GEE’s para governos locais”.

Já para Cristina Barbosa, representante do projeto na prefeitura de Betim, “a utilização da ferramenta Clima na Prática impulsionará ainda mais as ações do município quanto ao desenvolvimento e implementação de planos e ações relacionadas à temática climática”.

Por meio da capacitação, a intenção é aprimorar programas como o “Plano de Arborização Urbana”, que já acumulou um total de 22.083 mudas plantadas no município e o “Sementes do Bem”, que já capacitou 2.050 profissionais de todos os Centros Infantis Municipais e creches conveniadas, além de ter atingido cerca de 15 mil crianças. Segundo a Semmad, já foram mobilizados socialmente moradores de 22 mil residências da Regional Imbiruçu e o objetivo é, também, tornar sustentáveis as escolas municipais de ensino fundamental.

Prefeitura se aproxima de cooperativa sustentável

A prefeitura, por meio do secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Ednard Tolomeu, visitou a Cooperárvore, cooperativa formada por empreendedoras sociais moradoras do bairro Jardim Teresópolis, no dia 4 de julho.

A instituição executa seu trabalho pautado na economia circular e tem como princípio utilizar recursos já explorados anteriormente para a produção de novos produtos no mercado. Na cooperativa, cerca de quatro toneladas de cinto de segurança e tecidos de banco de carro são transformados, anualmente, em itens sustentáveis de moda.

Os produtos produzidos pela cooperativa estimulam e propiciam o consumo consciente e valorizam a reutilização e a comercialização sustentável.

Cooperárvore: Avenida Duque de Caxias, 956, Jardim Teresópolis, Betim. Contato: (31) 3591 5896 ou contato@cooperarvore.com.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here