UPA Norte pode começar a funcionar em junho

0
646
UPA foi inaugurada em 2012, mas nunca entrou em funcionamento por falta de estrutura adequada. Cerca de R$ 4 milhões já foram gastos na unidade em reformas e construções, em administrações anteriores. Espaço foi vandalizado e, atualmente, é monitorado pela guarda patrimonial para evitar mais depredações. Foto: Roberto Maradona.

Prefeitura assinou contato de gestão para a unidade que foi construída em 2012

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte pode, finalmente, entrar em operação. No dia 13 de fevereiro, a Secretaria Municipal de Saúde assinou o contrato de gestão com o Hospital e Maternidade Madre Therezinha de Jesus, vencedora da licitação para executar as obras de recuperação do local. A prefeitura deve investir em torno de R$ 2 milhões na parceria.

De acordo com informações divulgadas pelo Executivo municipal, a partir da data de assinatura a instituição terá 120 dias para reformar a unidade, montá-la com os mobiliários e equipamentos necessários e iniciar o atendimento à população. O prazo para essas ações termina em junho, quando a UPA deverá estar em pleno funcionamento.

A instituição contratada irá operacionalizar, gerenciar e executar os serviços de saúde na unidade. Já o município continua responsável pela UPA, atuando na fiscalização, planejamento e gestão da unidade. “Serão estipuladas metas de atendimentos e procedimentos, além do tempo de espera e permanência do usuário na unidade. Não iremos abrir mão da gestão”, apontou o secretário de Saúde, Guilherme Carvalho.

O presidente do Hospital e Maternidade Madre Therezinha de Jesus, José Mariano, garantiu que o modelo de contratação permitirá atendimento de qualidade. “Vamos estabelecer uma parceria a quatro mãos com a prefeitura para entregar um serviço que venha preencher a necessidade da população e da cidade”, afirmou.

Estrutura

A UPA Norte funcionará 24 horas por dia com capacidade para realizar cerca de 450 atendimentos de urgência e emergência diariamente. A população referenciada é de até 300 mil habitantes, de bairros próximos à unidade. Serão oferecidos atendimentos em clínica médica, cirurgia geral, pediatria, além de exames laboratoriais de urgência, raios-X, equipe de enfermagem e serviço social.

A unidade contará com, no mínimo, cinco leitos de urgência adultos, dois leitos de urgência pediátrica, 16 leitos de observação para adultos, 12 leitos de observação pediátrica, dois leitos de isolamento e área para outras assistências e setor administrativo. A UPA terá, ainda, uma ala específica para pediatria, com fluxo especial para o atendimento infantil separado do de adultos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here