A partir de 9 de agosto, Betim retorna com aulas presenciais na rede municipal

0
759
Escola Municipal Raul Saraiva Ribeiro localizada no bairro Brasileia. Foto: FVL.

Nesta primeira etapa, as atividades escolares ocorrem com rodízio de turmas e de forma gradativa

O processo para que as aulas presenciais da rede municipal de Betim retornem começa neste mês de agosto. O procedimento envolve o ensino fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA), e a dos Centros Infantis Municipais e das creches conveniadas, que contém, juntos, aproximadamente 59 alunos.

Neste primeiro momento, a retomada das aulas e de atividade pedagógicas ocorrerá em regime híbrido, ou seja, por rodízio de turmas, e de forma gradativa. Sendo assim, de acordo com a prefeitura, os profissionais da educação voltam às escolas e aos outros centros de ensino nesta segunda-feira (02).

Já os alunos da educação infantil, especificamente a pré-escola, com 4 e 5 anos, terão novamente aulas presenciais a partir de 9 de agosto, quando também os estudantes do 7º, 8º e 9º ano do ensino fundamental e os da Educação de Jovens e Adultos retornam às aulas nesse mesmo sentido. Enquanto os demais, recém nascidos até 3 anos, e os matriculados do 1º ao 6º ano voltam ao ensino presencial apenas em 16 de agosto.

Todas as normas sanitárias e as diretrizes pedagógicas que devem ser adequadas e seguidas pelos centros de ensino para o retorno do ensino presencial foram publicadas na edição, de 22 de julho, do Órgão Oficial do Município, por meio do decreto nº 42.803. Entre algumas das medidas, as escolas deverão aferir a temperatura de alunos e funcionários e disponibilizar lavabos para higienização das mãos, entre outros.

Segundo a secretária municipal da Educação, Marilene Pimenta, a pasta segue atenta ao retorno com segurança das aulas presenciais, previstas para agosto. “Sabemos que cada escola tem uma realidade e especificidades, seja no tamanho da unidade, das salas e/ou da quantidade de alunos. Estamos nos adequando para atender todas as normas sanitárias e para apoiar as escolas no monitoramento e no cumprimento dessas medidas. No nosso protocolo existem tópicos específicos para cada repartimento da unidade escolar, como biblioteca, refeitório, pátio, banheiros e salas de aula, e muito cuidado no transporte escolar. Além disso, todos os profissionais da educação foram vacinados e seguimos atentos à efetivação da vacina aos alunos com idade acima de 12 anos”, enfatizou.

Regime Híbrido

O sistema prevê um rodízio de agrupamento de cada turma das unidades escolares. Portanto, cada grupo será dividido em menores, que podem ter a quantidade de alunos variada, respeitando o tamanho de cada sala de aula. Os grupos se revezarão – enquanto um terá aulas presenciais na escola, outro estará em casa desenvolvendo as atividades preparadas pelo professor. Além desse modelo, será mantida a oferta do ensino remoto, pela internet, ou via retirada de material diretamente na escola, para os estudantes cujos pais ou responsáveis optaram por não enviar para a escola, de modo a garantir ao jovem o direito ao acesso às atividades curriculares e o cumprimento da carga horária prevista por lei.

Protocolos

Os dois protocolos elaborados pelo Grupo de Trabalho Intersetorial (Educação, Saúde e Infraestrutura) apresentam diretrizes pedagógicas e pontuam as normas sanitárias que servirão de base para o plano de trabalho das unidades escolares. No retorno das aulas, as escolas deverão, dentre várias outras providências, aferir a temperatura de alunos e funcionários na entrada da edificação, disponibilizar lavabos para higienização das mãos, garantir o distanciamento de 1,5 metro entre os presentes e respeitar a lotação máxima permitida de cada sala.

Vale enfatizar que, como informou a prefeitura, no período de suspensão de aulas presenciais, cada unidade escolar da rede municipal recebeu aportes financeiros para aplicar em melhorias. Com isso, foram feitas reformas em cozinhas e banheiros; compras de tapetes sanitizantes, de sabão líquido e de aparelhos para aferição de temperatura; instalação de dispensers com álcool 70%, bem como repartições de atendimento ao público; e construção de lavabos para estudantes e profissionais higienizarem as mãos. Além disso, novos mobiliários também foram adquiridos, como mesas, cadeiras, armários, lixeiras, quadros e outros.

Pesquisa

Até 30 de julho, a Secretaria Municipal da Educação (Semed) disponibilizou uma pesquisa que avalia a preferência de pais ou responsáveis de alunos sobre o modelo de ensino oferecido pela rede municipal.

De acordo com a administração municipal, o objetivo é organizar o plano de trabalho para retorno das aulas presenciais, conforme a quantidade de alunos que irá aderir à volta. Importante lembrar que o retorno não é obrigatório.

EJA abre matrículas para modalidade presencial

Os moradores de Betim com idade a partir de 15 anos que possuem o desejo de concluir o ensino fundamental podem se matricular, a partir desta segunda-feira (02), para a Educação de Jovens e Adultos (EJA), na modalidade presencial semestral – quando o aluno frequenta as aulas e cursa cada ano em seis meses. As matrículas podem ser feitas até 2 de setembro.

A Secretaria Municipal da Educação (Semed) anunciou que também seguem abertas, durante todo ano, as matrículas para a modalidade presencial não-formal, na qual o estudante comparece apenas para realizar as provas de certificação, sem a necessidade de frequentar as aulas, porém também conclui cada ano em seis meses.

Para garantir uma vaga, o interessado deve ir à escola que deseja estudar – verifique no quadro abaixo – e apresentar documentos de identidade e CPF, uma foto 3×4 e comprovante de residência (originais e xerox). “Caso o aluno possua algum documento de escolaridade, como declaração ou histórico, é recomendável que apresente também”, informa a pasta de educação do município.

Um ponto relevante do programa é que todos os alunos recebem material didático, merenda e o passe escolar (caso estejam dentro dos requisitos do benefício). Vale destacar que, de acordo com a Semed, a EJA trabalha com professores capacitados, projetos pedagógicos diferenciados e incluem ainda de educação física. As aulas ocorrem de segunda a quinta- feira, das 18h às 22h.