Cães e gatos desabrigados após a tragédia de Brumadinho participam de ensaio fotográfico de Natal

0
282
Foto: divulgação/Vale

Mais de 200 cachorros e 40 bichanos aguardam por adoção

Na tentativa de conseguir família para os caninos e felinos, a Vale os reuniu em ensaio fotográfico natalino para sensibilizar pessoas interessadas em adotar os bichinhos. A campanha ocorre desde 2019, hoje, 270 – 230 cães e 40 bichanos – estão a espera de um novo lar. Só este ano, 95 animais foram adotados.

Foto: divulgação/Vale

Segundo Magda Castro, supervisora da Fazenda Abrigo de Fauna, “no início da pandemia as adoções aumentaram, mas em períodos de fim de ano os números caem consideravelmente e encontramos uma quantidade ainda maior de animais abandonados. Os traumas de um abandono deixam várias cicatrizes na vida de um pet. Para incentivar que estes animais encontrem um novo lar pensamos em uma forma lúdica para despertar a curiosidade e o interesse pela adoção responsável”.

Como funciona?

Devido a pandemia, os eventos de adoção estão acontecendo remotamente. Primeiramente, os interessados devem acessar o site: “Me leva pra casa”, conhecer os animais através de fotos e preencher um formulário online. Após o preenchimento, a equipe técnica da Fazenda entra em contato com a pessoa interessada em até 7 dias.

Conforme explica a empresa, “a equipe técnica da Fazenda está à disposição para passar todas as informações, realizar as entrevistas virtuais, bem como gravar vídeos do seu novo amigo para você conhece-lo melhor. E, em caso de sucesso na adoção, o seu novo amigo será entregue em sua residência, considerando todas as ordens da OMS em relação ao distanciamento social”.

Além disso, “os veterinários são treinados para fazer entrevistas remotas e todo o processo de adoção pode ser feito a distância. A Vale acompanha o pet ao longo dos seis primeiros meses”, elucida a empresa.

Fazenda Abrigo de Fauna

Desde o rompimento da barragem B1, em Brumadinho, a Vale mantém uma estrutura para identificação, cuidado e abrigo de animais domésticos e silvestres das áreas atingidas, batizada como Fazenda Abrigo de Fauna. No local, uma equipe de veterinários trata e acolhe animais domésticos e silvestres resgatados em áreas atingidas pelo rompimento.