Calendário de vacinação prevê 1ª dose até outubro para todos os mineiros com idade superior a 18

0
821
Secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, destacou que a vacinação em Minas depende do cumprimento do cronograma apresentado pelo governo federal, além da velocidade da aplicação por parte dos municípios. Foto: Fábio Marchetto/ SES-MG.

Estimativa foi anunciada nessa terça-feira (15) pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais

Os moradores de Minas Gerais agora têm uma boa notícia. Isso porque, de acordo com o secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, todos os mineiros acima de 18 anos devem receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19 até outubro de 2021.

A expectação é a de que o grupo entre 55 e 59 anos receba a primeira dose ainda em junho; entre 50 e 54 anos, em julho; de 35 a 49 anos, em agosto; de 25 a 34 anos, em setembro; e de 18 a 24 anos, em outubro.

Essa previsão foi anunciada nessa terça-feira (15), pelo secretário em coletiva à imprensa na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte. Esse cronograma se baseia na previsão de distribuição de doses pelo governo federal.

“A expectativa do Ministério da Saúde é de enviar 38 milhões de doses para todo o país em junho, 35 milhões para julho, 68 milhões para agosto, 62,5 milhões para setembro e 65 milhões para outubro. Diante disso e do histórico de que 10% das doses vêm para Minas, porque a população mineira equivale a cerca de 10% do país, temos essa expectativa por faixa etária da vacinação com a primeira dose em todo o estado”, explicou Fábio.

Ele também destacou que a vacinação em Minas depende do cumprimento do cronograma apresentado pelo governo federal, além da velocidade da aplicação por parte dos municípios. Sendo assim, as datas podem ser antecipadas ou atrasadas, conforme essas variáveis.

“A velocidade da vacinação não é a mesma em cada município do estado e os grupos não têm o mesmo tamanho proporcional. Então, alguns municípios provavelmente começarão a vacinar antes e outros depois (da data prevista). Há a expectativa que ainda em junho alguns municípios consigam vacinar pessoas abaixo de 55 anos, lembrando que estamos condicionados à distribuição pelo governo federal”, enfatizou o secretário.

Vacinação de adolescentes

Questionado durante a coletiva sobre Betim iniciar vacinação em adolescentes de 12 a 14 anos, Fábio Baccheretti respondeu que “não há previsão de imunização desse grupo em todo estado”. Ele ainda aproveitou para explicar que também não está previsto no Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde a vacinação dessa faixa etária.

“Betim tomou uma decisão de forma isolada, não podemos prever vacinação de criança e adolescente antes de o Ministério da Saúde decidir”, comentou.