Com R$ 400 milhões de investimento, Fiat Betim apresenta nova fábrica de motores turbo

0
1855
Fábrica em Betim se torna o maior centro de produção de powertrains da América Latina, com capacidade anual de 700 mil motores e 500 mil transmissões. Foto: Léo Lara.

Em busca de diversidade na produção, empreendimento emprega 350 pessoas, das quais 139 são mulheres

Mais empregos em Betim. Com investimento de R$ 400 milhões, a empresa Stellantis inaugurou no Polo Automotivo Fiat uma fábrica de motores GSE Turbo, com uma capacidade inicial de produção de 100 mil unidades por ano.

No novo empreendimento, 350 pessoas estão empregadas diretamente, das quais 139 são mulheres. A empresa indica ainda que considerando toda a cadeia de produção, cerca de três empregos indiretos foram gerados para cada posto de trabalho direto.

Nessa primeira planta será fabricado o motor de quatro cilindros turbo. De acordo com informações, o local também expandirá a produção investindo mais R$ 100 milhões, para produção do propulsor de três cilindros turbo.

Segundo a empresa, diante desses números, a nova fábrica em Betim se torna o maior centro de produção de powertrains da América Latina, com capacidade anual de 700 mil motores e 500 mil transmissões.

A apresentação da nova unidade ocorreu em 10 de março, durante a visita do CEO da Stellantis, Carlos Tavares, junto a Mike Manley, Head of Americas, e Antonio Filosa, COO da Stellantis para a América do Sul.

“A Stellantis abre uma nova era para nossa presença sustentável na América Latina e o início da produção desse motor GSE Turbo de classe mundial é uma grande notícia para a economia brasileira. Estou convencido de que nossos talentosos e comprometidos funcionários farão o possível para garantir a satisfação de nossos clientes”, disse Carlos Tavares, na primeira visita ao Brasil desde a criação da Stellantis, em janeiro.

Diversidade

A contratação de quase 50% dos empregados do sexo feminino se deve a intenção de compor um cenário de trabalho mais diversificado. “Estamos empenhados em formar equipes cada vez mais diversas. A inclusão enriquece as relações sociais e de trabalho, aumentando o potencial da inovação e, consequentemente, a competitividade dos nossos negócios”, disse o diretor de Manufatura da Stellantis para a América do Sul, Pierluigi Astorino.

A hoje team leader Mireli Resende foi contratada em 2019, para trabalhar na linha de usinagem do cabeçote do GSE Turbo. Agora ela está na nova fábrica. “O motor turbo é produzido por um time diverso. São várias cabeças, mãos e corações, pois aqui produzimos também com paixão. Ver o motor pronto na ponta da linha é uma sensação de dever cumprido”, conta Mireli.

Estrutura

O projeto, que teve início em 2019, contém duas linhas de usinagem e dispõe de 12 mil m² de espaço. As análises técnicas do layout foram todas realizadas em 3D, com algumas referências de unidades fabris na Europa e na China em relação às práticas de manufatura. “Para garantir os melhores padrões mundiais de qualidade, realizamos benchmarks globais que, somados ao conhecimento acumulado ao longo de 44 anos de atividade do Polo Automotivo de Betim, tornam a nova fábrica de motores uma referência global”, enfatiza Pierluigi Astorino.