Hospital do Icismep é inaugurado com presença de ministro e governador

0
911
Foto: Dirceu Aurélio / Imprensa MG

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o governador do Estado, Romeu Zema, estiveram em Igarapé para a solenidade junto de autoridades locais

Aconteceu em Igarapé, nesta terça-feira (17), a inauguração do Hospital 272 Joias, do consórcio Instituição de Cooperação Intermunicipal do Médio Paraopeba (Icismep). Na solenidade, estiveram presentes o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o governador do Estado, Romeu Zema, o secretário estadual da Saúde, Fábio Baccheretti, além das autoridades locais, como o prefeito de Igarapé, Arnaldo Chaves, e Guto Resende, prefeito de São Joaquim de Bicas e presidente do Icismep.

Romeu Zema destacou o trabalho que municípios podem fazer através dos consórcios. “As cidades enfrentam dificuldades para erguer unidades de saúde. Por meio dos consórcios, os municípios conseguem construir hospitais como este, com o apoio financeiro dos governos federal e estadual. Além disso, há uma diluição dos custos e um aumento da eficiência. Dessa forma, a população é melhor assistida”, afirmou.

Guto Resende agradeceu ao governo federal e estadual, além de toda a equipe do Icismep, e salientou a importância de valorizar a instituição, que agora inaugura um hospital para a região. “Vamos conhecer mais os consórcios, vamos ajudar mais os consórcios. Hoje temos a joia da coroa para os municípios, através do Icismep”, disse.

Foto: Dirceu Aurélio / Imprensa MG


ESTRUTURA DO HOSPITAL

O Hospital 272 Joias tem este nome em homenagem às vítimas do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, no ano de 2019. A unidade é um hospital-dia, com atendimentos eletivos de consultas, exames e cirurgias nas especialidades de Angiologia, Dermatologia, Oftalmologia, Ortopedia e Otorrinolaringologia, incluindo exames de Fonoaudiologia. Também, todas as espécies de ultrassonografias, teste ergométrico, eletroneuromiografia e eletroencefalograma. Os consórcios atuam na média complexidade, por isso, seus hospitais não atendem urgências e emergências. As especialidades atendidas são referentes às demandas dos municípios consorciados.

A unidade foi erguida em uma área de 10 mil metros quadrados, com 3.700 m² de área construída. É uma construção mista, com concreto armado e estrutura metálica. Além disso, conta com acabamento para garantia de qualidade acústica e luminotécnica do ambiente.

Atualmente, são 65 municípios consorciados. Até o momento, a unidade está funcionando somente para atendimentos de casos de glaucoma e entrega de colírios, devido à gravidade da doença. Em funcionamento pleno, o hospital terá capacidade para realizar mil atendimentos diários em diversas especialidades, além de cirurgias e exames.

Foto: Dirceu Aurélio / Imprensa MG