Professores da rede municipal recebem formação lúdica

0
1348
Profissionais que participaram da oficina. Foto: PMB/ Divulgação.

Treinamento irá ajudá-los na didática do dia a dia em sala de aula

Brincadeiras, músicas, teatros e contação de histórias. Essas são algumas atividades que as crianças adoram e que não servem somente para diverti-las, mas sim para ajudar na compreensão das regras sociais, de cidadania, desenvolver a memória, o senso crítico, a criatividade e as habilidades físicas.

Essa foi a tônica de um treinamento que professores da rede municipal de ensino infantil receberam sobre técnicas criativas e interativas para abordar conteúdos pedagógicos na sala de aula.

Na ocasião, os participantes tiveram orientações sobre musicalidade, corporeidade e contação de histórias, além de participarem de diferentes dinâmicas. O objetivo da formação é tornar as aulas para os pequenos ainda mais lúdicas e interativas.

“As atividades lúdicas fazem com que as crianças possam aprender, as diferentes disciplinas lecionadas, com alegria e diversão, associando, assim, a ação de estudar como um momento prazeroso”, informou a prefeitura, por meio de nota.

Parte da carga horária dos professores será para formação profissional

O prefeito de São Joaquim de Bicas, Guto Resende, anunciou no início de maio, ações de valorização dos servidores públicos municipais da educação. De acordo com informações disponibilizadas pela prefeitura, um terço da jornada de trabalho dos professores será utilizada para estudos e formação destes profissionais. A nova carga horária permitirá que os educadores possam preparar as aulas com mais tempo, realizar estudos e pesquisas de aprimoramento e inovação.

Outra medida positiva será o avanço no Plano de Carreira. A prefeitura irá conceder, ainda em maio, a liberação de todos os títulos protocolados e analisados nos anos de 2016 e 2017. A ação busca atender os anseios dos profissionais da área.

“Essas ações são fundamentais para a manutenção de um ensino de qualidade, pelo qual sempre prezamos. Estudamos e refizemos o planejamento para conter despesas e potencializar a receita para que fosse possível a efetivação das medidas. Trabalhamos sempre com os pés no chão, fazendo uma gestão responsável dos recursos do município sem deixar de atender às necessidades primordiais da cidade” explica o prefeito Guto Resende.

Segundo ele, a atual gestão tem se esforçado para implementar medidas, mesmo com a cidade em um momento financeiro delicado devido ao atraso de repasses do governo estadual, que culminou no estado de Calamidade Financeira.