Betim amplia horário do comércio e autoriza atividades de lazer

0
552
Medida passou a valer a partir de 29 de julho, quando o prefeito Vittorio Medioli, por meio de live nas redes sociais, anunciou novas normas de flexibilização para serviços não essenciais, incluindo atividades ligadas ao entretenimento. Foto: Guga Ribeiro/ PMB.

Adoção das novas normas de flexibilização levou em conta os dados referentes à Covid-19 na cidade, como a redução do número de contaminações

Em Betim, está permitido bares e restaurantes funcionarem das 10h às 23h30, com a possibilidade de shows, desde que não ocorra venda de ingressos. A medida passou a valer a partir de 29 de julho, quando o prefeito Vittorio Medioli, por meio de live nas redes sociais, anunciou novas normas de flexibilização para serviços não essenciais, incluindo atividades ligadas ao entretenimento.

No mesmo dia (29/07), o decreto nº 42.849 foi publicado, em edição especial do Órgão Oficial do Município, oficializando as mudanças.

Ainda de acordo com o texto, além de bares e restaurantes, os cinemas, teatros, museus, parques de diversão e salões de festas também estão autorizados a funcionar, desde que cumpram todas as normas de biossegurança estabelecidas, como uso obrigatório de máscara, distanciamento mínimo de 1,5 m entre os presentes e lotação reduzida, conforme cada espaço, dentre outros protocolos. Já o comércio não essencial poderá abrir das 9h às 17h30.

Os eventos esportivos também foram contemplados pelo decreto municipal, que possibilita a assinatura de um Termo de Ajustamento Municipal (TAM) entre as entidades esportivas interessadas e a prefeitura para garantir o cumprimento das medidas sanitárias vigentes.

Redução de casos

A adoção das novas normas de flexibilização levou em conta os dados referentes à Covid-19 em Betim, como a redução do número de contaminações; a queda de 40% no número de óbitos nos meses de maio e junho em decorrência da doença; a diminuição de 26,5% de internações no Cecovid- 4, também nos meses de maio e junho; e os dados do vacinômetro do município, que apontam 250.158 doses de vacinas contra o novo coronavírus aplicadas até 28 de julho.

Imunização

Desde 30 de julho, na cidade, foi iniciada a vacinação em pessoas com 39 anos. Segundo a prefeitura, a expectativa é que mais de 5 mil moradores sejam imunizados.

A vacinação ocorre nas 36 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), das 10h às 17h. O executivo municipal informa que aguarda a chegada de novos lotes de imunizantes para avançar para outras faixas etárias.

Vale destacar, que é indispensável, no ato da imunização, apresentar um documento de identidade com foto, o Cartão SUS, o cartão de vacinação e um comprovante de endereço. “Quem tomou a vacina contra a gripe nos últimos dias deve respeitar o intervalo mínimo de 14 dias para receber a dose contra a covid-19”, ressalta a administração municipal, em nota.

Trabalhadores da indústria

Dando continuidade ao Plano Nacional de Imunização (PNI) contra a Covid-19, a Prefeitura de Betim segue com a aplicação da primeira dose em trabalhadores das indústrias. A imunização da categoria está sendo realizada de forma gradativa e os profissionais devem aguardar o comunicado da empresa com os detalhes de dia, horário e local em que eles receberão a vacina.

Segunda dose

A aplicação da 2º dose segue em Betim conforme a data aprazada no cartão de vacina dos moradores. De acordo com o cronograma, nos próximos dias, recebem a segunda dose pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente e profissionais das forças de segurança e salvamento.

O cidadão que deve tomar a segunda vacina precisa se dirigir ao mesmo local onde recebeu a primeira, portando o cartão de vacina com a comprovação da primeira dose e um documento de identidade com foto.