Betim entra em acordo com Instituto Butantan e garante vacinas contra Covid-19

0
1095
Prefeito Vittorio Medioli (PSD) revelou a intenção de adquirir futuramente vacinas para cerca de 51 mil pessoas da faixa de risco e servidores da educação. Foto: PMB/ Reprodução.

Neste primeiro momento, município receberá 10 mil doses para imunizar profissionais da saúde

O Prefeito de Betim, Vittorio Medioli (PSD), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, se reunirão virtualmente, nessa segunda-feira (21), e após algumas horas de conversa chegaram ao consenso que o município mineiro receberá 10 mil doses da vacina contra à Covid-19.

De acordo com a administração municipal, esse primeiro lote será direcionado para imunizar os profissionais de saúde das redes pública e privada do município.

“Este é um caminho mais curto de garantir a saúde aos nossos servidores, já que não sabemos quando e como o plano do Governo Federal será colocado em prática”, ressaltou o prefeito Vittorio Medioli.

A pedido do governador de SP, a Prefeitura de Betim, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, encaminhará, nos próximos dias, ao Instituto Butantan, a relação dos profissionais que serão vacinados.

Medioli revelou também, durante o encontro, a intenção de adquirir futuramente vacinas para cerca de 51 mil pessoas da faixa de risco e servidores da educação.

No último dia 14, a prefeitura manifestou, através de ofício da Secretaria Municipal de Saúde encaminhado à direção do Butantan, o interesse em adquirir 200 mil doses do imunizante Coronavac, desenvolvido pela empresa chinesa Sinovac Biotech, e distribuída no Brasil através do instituto paulista.

Liberação

Segundo o presidente do Butantan, Dimas Covas, o instituto deverá enviar até amanhã (23), o documento à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) solicitando resposta em relação à liberação da vacina. “Temos vacinas em produção neste momento e estamos recebendo também da China”, afirmou.

O governador João Doria ressaltou que espera que o Governo Federal cumpra com o dever. “Quanto mais vacinas tivermos, melhor. Nossa obrigação é procurar a melhor solução para as pessoas”, enfatizou. Doria também parabenizou Medioli pela iniciativa em garantir a vacina para Betim. “Atitudes como essa ajudam a superar este momento difícil”, finalizou.