Betim realiza a 1ª Jornada da Diversidade LGBTQIA+ em respeito às diferenças

0
845
No ano passado (Foto-2019), a roda de conversa 'Quebrando Tabu' registrou lotação máxima no auditório da prefeitura, além de contar com a presença do prefeito Vittorio Medioli (PSD). Foto: PMB/ Divulgação.

No ano passado (Foto-2019), a roda de conversa ‘Quebrando Tabu’, que faz parte do evento, registrou lotação máxima no auditório da prefeitura, além de contar com a presença do prefeito Vittorio Medioli

Um evento pensado e planejado para promover aos cidadãos de Betim uma programação relacionada às diferenças. Ocorre, a partir de hoje (1º) até o dia primeiro 5 de dezembro, a 1ª Jornada da Diversidade LGBTQIA+, que trará discussões sobre direitos, empreendedorismo, saúde e bem estar. Além da transmissão online da Roda de Conversa Quebrando o Tabu e a disputa da Tríplice Coroa Mineira, a jornada também promove uma blitz de prevenção à Aids.

Segundo informações, o objetivo desta primeira edição é alcançar o público constituído por lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, travestis, transgêneros, queers, intersexuais, assexuais, entre outros presentes na sigla LGBTQIA+ e toda a sociedade.

Nesse sentido, a organização do evento elucida que toda programação foi pensada com o intuito de trazer um olhar acerca dos assuntos mais urgentes da comunidade.

A Prefeitura de Betim informou que a jornada é uma realização do Conselho Municipal de Atenção à Diversidade Sexual (COMLGBTI), com apoio do órgão municipal e de empresários da região.

“Somos e estamos espalhados por toda a sociedade. Mais do que justo que, agora, possamos nos reunir e debater nossas demandas de igual para igual com a sociedade”, reforça o jornalista Márcio Antunes, membro do COMLGBTI.

Estrutura

A 1ª Jornada da Diversidade LGBTQIA+ foi estruturada em substituição à tradicional Semana da Diversidade. Além disso, segundo afirmou o diretor de Vigilância em Saúde de Betim e membro do COMLGBTI, Nilvan Baeta, todos as oficinas e eventos irão contar com todas as regras sanitárias de combate à Covid-19. “Por conta da pandemia do novo coronavírus, o nosso conselho optou em fazer um evento reduzido, dentro do que preconiza a Onda Verde do programa Minas Consciente, do qual o município de Betim faz parte”, explica Baeta.

Na opinião da professora de musicalização e regente de bandas e fanfarras, Leônidas Ferraz, uma mulher trans e a atual presidente do COMLGBTI, iniciativas como a jornada oferecem oportunidades para debater com a população pautas urgentes e históricas. “Estamos buscando cada vez mais diálogo e espaço na sociedade betinense. Sabemos que conquistamos muito, mas ainda há muito a se fazer em defensa da pauta LGBT em nossa ‘Cidade do Bem’. Temos certeza de que estamos no caminho certo”, enfatiza.

Programação

Nesta terça-feira (1º), às 17h, ocorre a blitz educativa de prevenção ao HIV/Aids e as demais infecções sexualmente transmissíveis (IST’s), na Praça do Encontro. A intervenção, que ainda conta com a presença da Banda Nossa Senhora do Carmo, terá como tema “O Vírus não tem cara”. Essa iniciativa visa organizar e desconstruir a ideia de que o HIV, o vírus da Aids, seleciona qual pessoa ele deseja contaminar.

Já no próximo sábado (5), em uma transmissão ao vivo nos perfis oficiais da Prefeitura de Betim nas redes sociais, ocorre, das 10h às 12h, a 2º Roda de Conversa Quebrando o Tabu. No ano passado, o evento registrou lotação máxima no auditório da prefeitura, além de contar com a presença do prefeito Vittorio Medioli (PSD).

Logo depois, no auditório Ady Rosa de Freitas, às 18h, haverá disputa da Tríplice Coroa Mineira: concurso Miss Minas Gerais Gay Plus Size e Garoto G Minas Gerias e Garota G Minas Gerais. Esse evento está sujeito às restrições por conta da pandemia de Covid-19.