Natal: decorações deixam pontos turísticos de Betim iluminados

0
4026
Neste ano foram utilizadas cerca de 164.000 lâmpadas de led, 60 globos, 28 estrelas, 392 lâmpadas estrobos e 135 tubos de snowfall na decoração. Foto: Ronaldo Silveira

Mais de 160 mil lâmpadas foram utilizadas para compor a luzes natalinas. Além de um Papai Noel e uma árvore de Natal gigantes

O clima de Natal deixa os centros urbanos mais iluminados, alegres e decorados. Em Betim não seria diferente. Pelo segundo ano consecutivo a Praça Milton Campos e a Casa da Cultura estão prontas para receber fãs das luzes natalinas. Com um Papai Noel de 4 metros de altura e uma árvore de Natal de 9 metros, a decoração natalina chega para encantar mais uma vez e já está atraindo centenas de visitantes diariamente, em um dos pontos turísticos mais tradicionais da cidade.

Neste ano foram utilizadas cerca de 164.000 lâmpadas de led, 60 globos, 28 estrelas, 392 lâmpadas estrobos e 135 tubos de snowfall na decoração que atrai um alto número de moradores a fim de registrar em selfies o show de luzes. A decoração teve o acender das lâmpadas inaugural no dia 13 de dezembro. E ficará disponível para os visitantes até o dia 10 de janeiro de 2020.

“Nosso objetivo com esse projeto é exaltar o Natal, em harmonia com a tradição histórica e cultural da cidade. Queremos promover a preservação e valorização dos nossos patrimônios e tornar a Casa de Cultura e a Praça Milton Campos mais atrativas e bonitas no período das festividades natalinas”, afirma o presidente da Funarbe, Dudu Braga. A iluminação de Natal faz parte da comemoração do aniversário do município, que fez 81 anos nesta última terça-feira (17).

A decoração neste ano é de responsabilidade da prefeitura de Betim, por meio da Funarbe em parceria com a empresa de Construções, Obras, Serviços, Projetos, Transporte e Trânsito de Betim (ECOS). “Pensamos no projeto de forma que, além de encantar quem passa pelo local com a magia do Natal, não danifique os patrimônios arquitetônicos e as árvores que serão iluminadas. Nossas equipes supervisionaram os trabalhos para garantir que tudo fosse instalado cuidadosamente”, ressalta a presidente da ECOS, Marinésia Dias da Costa Makatsuru.