Você sabia? Parque Felisberto Neves ganha letreiro turístico

0
409
Intenção é divulgar e atrair olhares para o Parque Felisberto Neves, que é uma unidade de conservação localizado no coração de Betim. Foto: Semmad/ Reprodução.

Em breve, entrada do parque também será revitalizada por meio de um novo projeto

O Parque Natural Felisberto Neves foi contemplado com um letreiro escrito a frase “Eu amo Betim”. A iniciativa da prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semmad) – a administradora do espaço – tem como objetivo fortalecer o turismo no local e desenvolver o sentimento de pertencimento dos moradores e visitantes da cidade. Além disso, a área abriga ainda a sede do setor de Educação Ambiental do município.

As informações da secretaria destacam que o letreiro conta com estrutura metálica, pintura automotiva, 2,86 metros de comprimento e 1,24 metros de altura.

Para o secretário da Semmad, Ednard Tolomeu, a ideia da instalação do letreiro é valorizar os atrativos naturais de Betim e proporcionar uma maior interação entre cidadãos e visitantes do parque. “É algo pequeno, mas muito simbólico e de grande relevância para a cidade. A intenção é divulgar e atrair olhares para o Parque Felisberto Neves, que é uma unidade de conservação localizado no coração de Betim”, ressalta.

E, somado a isso, “a entrada do parque também será revitalizada por meio de um novo projeto de paisagismo. A obra, que será entregue à população em breve, vai oferecer aos visitantes mais conforto, segurança e opções de lazer”, informou a pasta, em nota.

Espaço para a biodiversidade

O Parque Natural Municipal Felisberto Neves é uma unidade de conservação, com área de 290 mil m², localizado na área urbana de Betim, entre os bairros Jardim Brasilia e Ingá, com entrada pela avenida Edméia Mattos Lazzarotti.

O espaço é uma área verde arborizada e serve como refúgio para uma significativa fauna de pequenos animais que se encontram em harmonia com a vegetação existente no mesmo. A cobertura vegetal é bastante expressiva, dentro da realidade dos remanescentes da região: uma mistura de diferentes tipos de vegetação de cerrado, mata tropical, mata de galeria, algumas espécies exóticas que foram introduzidas e diferentes espécies de madeiras de lei.