Prefeitura realiza reformas em unidades de saúde do município

0
371
Reforma da UPA. Foto: Prefeitura de Igarapé / Divulgação

UPA 24h e policlínica passam por melhorias e adequações

Duas das principais unidades de saúde do município de Igarapé estão passando por reformas. A prefeitura está realizando obras de melhorias e adequações na UPA 24 horas e na policlínica da cidade. A ação atende reivindicações dos usuários e funcionários das unidades. As obras visam possibilitar melhor segurança, conforto e mobilidade para a população que circula pelos locais.

Segundo o secretário de Saúde, Leo Barberá, as intervenções demonstram o zelo da gestão municipal para com o atendimento aos usuários da rede de saúde pública de Igarapé. “Estamos atentos aos avanços estruturais em nossos serviços de saúde, como aos detalhes que podem proporcionar mais qualidade ao nosso atendimento”, pontua.

UPA 24 HORAS

As obras na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizada no bairro Marechal Rondon, iniciaram em fevereiro deste ano e têm previsão de conclusão para o próximo mês de junho. Está sendo construída, na unidade, a cobertura da área do jardim com telha sanduíche, ou termoacústica, que protege contra ruídos e reduz oscilações de temperatura.

Também, está prevista no projeto uma reconfiguração do jardim central, para se adequar ao novo telhado. Essa adequação será definida pelas secretarias de Infraestrutura e Serviços Urbanos e de Meio Ambiente, nas próximas semanas.

“A reforma do telhado veio num momento essencial para ajudar tanto os nossos funcionários quanto os pacientes da UPA. Além de não ter mais vazamentos internos, agora contamos com uma maior proteção para chuva. E o local, que antes esquentava bastante, está mais fresco e confortável”, disse a diretora da UPA 24 horas, Priscila Jôsse dos Santos.

Policlínica

Neste mês de abril, a Policlínica Municipal Inácio Caetano de Andrade também recebeu melhorias. Foi realizada a construção da cobertura no corredor externo e a colocação de um corrimão, para maior segurança e conforto para os usuários e profissionais da unidade.

“As intervenções possibilitaram melhor comodidade e maior acessibilidade para os pacientes que frequentam a policlínica, pois antes não havia segurança no trajeto pelo corredor”, ressaltou a coordenadora do Centro de Especialidades Médicas, Renata Moraes.