Quase 120 mil hectares de lavouras mineiras foram prejudicadas pelas chuvas

0
654
Foto: Emater-MG / Divulgação

Milho, feijão e hortaliças foram as culturas mais afetadas segundo levantamento da Emater-MG

Foi divulgado o novo balanço referente às perdas no setor agropecuário do estado causadas pelas chuvas de dezembro e janeiro. Segundo a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), 119 mil hectares de lavouras foram perdidos. As maiores perdas foram na produção de grãos (74,5 mil hectares) e hortaliças (3,4 mil hectares).

O balanço revela que 127 mil produtores foram impactados de alguma forma por causa das chuvas e que 416 municípios relataram perdas no campo durante o período.

A produção de milho (safra verão) foi a que registrou a maior área perdida, 37,5 mil hectares, o equivalente a 4% de toda a área plantada no estado, estimada em 851,5 mil hectares. Já as perdas na cultura do feijão 1ª safra foram de 20,5 mil hectares. A área equivale a 15% do total cultivado em Minas, que foi de 133,2 mil hectares.

“O prejuízo só não foi maior porque as principais regiões produtoras de milho e feijão, como o Noroeste, Triângulo Mineiro e Sul de Minas não sofreram tanto com as chuvas. As maiores perdas ficaram concentradas no Norte e na região Central, onde em alguns locais a área comprometida foi superior a 60%”, explica o diretor-presidente da Emater-MG, Otávio Maia.