Betim começa a semana organizando a reestruturação da cidade depois das chuvas

0
920
Via Expressa em Betim ficou interditada no sábado (25) depois de um barranco cair na via impedindo a passagem de veículos. Foto: Facebook/ Prefeitura de Betim

A cidade sofreu com deslizamentos de encostas, alagamento das principais vias e residências em várias regiões. Seis pessoas morreram vítimas de deslizamento

Na manhã desta segunda-feira, 27, representantes da Prefeitura de Betim estiveram reunidos para dar sequência ao plano emergencial, que, agora, tem como prioridade a assistência às famílias desabrigadas e reconstrução de tudo o que foi danificado ou completamente perdido.

Um decreto (NE Nº 33/2020) do Governo do Estado, publicado no Minas Gerais do último domingo, 26, incluiu Betim na lista de municípios em situação de emergência. Pelo Governo Federal, o município já foi inserido, por meio da portaria 161 de 25 de janeiro, no sistema de liberação imediata de recursos, sendo também habilitado ao atendimento prioritário e emergencial. O município terá o prazo de 90 dias para receber o valor de 55 milhões de reais, sendo dispensados em três meses.

Divulgação/ Defesa Civil de Betim

REMOÇÃO DE FAMÍLIAS E AUXÍLIO

Em alguns pontos de Betim, famílias serão removidas, devido ao recorrente risco, já que o solo na região das residências permanece muito úmido. Estas famílias estão localizadas nos bairros Vila Cemig, Duque de Caxias e Teresópolis.

O objetivo da prefeitura é realizar a construção de 1.500 casas populares. Outras medidas para auxílio são a liberação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS. O procedimento para o saque dos valores será estabelecido nesta terça-feira, 28, em uma reunião com a Caixa Econômica Federal. Para as pessoas atingidas também haverá o adiantamento do programa Bolsa Família.

AÇÕES DEPOIS DAS CHUVAS

Dentro do plano de emergência, já estão ocorrendo as seguintes ações: aluguel de equipamentos para escavação, remoção e transporte de material, decorrente da queda das encostas; limpeza das avenidas e das estradas; compra de material para reconstrução de moradias corrigindo falhas e melhorando as condições sanitárias; reconstrução emergencial das redes de esgotamento sanitário; reconstrução e criação emergencial de rede de drenagem em alguns pontos que foram destruídos pela queda de encostas e sobrecarga de água; recuperação de vias públicas, com operação tapa-buracos e reconstrução de pistas e manutenção de pontes.

DOAÇÃO

A Defesa Civil reforça o pedido de alimentos não perecíveis, colchões, cobertores, roupas para adultos e crianças e produtos de higiene pessoal. O Posto de Recolhimento do órgão está localizado na rua Antônio Augusto de Rezende, 229, Centro. O telefone para entrar em contato com a Defesa Civil é: 3594-1201 ou 199.

(Conteúdo fornecido pela Prefeitura de Betim).