Coronavírus: se for necessário sair de carro, saiba como se proteger

0
965
Coronavírus: se for necessário sair de carro, saiba como se proteger. Foto: Kisie Ainoa.

Veja quais medidas de higienização seguir, caso tenha que utilizar um automóvel

A orientação de combate à pandemia da Covid-19, da Organização Mundial da Saúde, é para ficar em casa, não circular. Porém, se for necessário sair de carro, você sabe como se proteger?

Em relato ao portal da Hyundai, vinculado ao Estadão, de São Paulo, o médico infectologista Lucas Chaves esclarece “que o carro é como nossa casa. Da mesma maneira que não é aconselhável sair e nem receber ninguém em casa neste momento de quarentena, a norma vale para o veículo também”.

Além de Chaves, o especialista em couro Leonardo Aquino e o técnico automotivo Nikolas Varandas relataram ao portal cuidados na limpeza para não prejudicar a parte interna. Veja:

_Durante a pandemia o ideal é limpar as peças do carro todas as vezes que for entrar no veículo. Primeiro, limpe as mãos, depois higienize a maçaneta interna, o volante e o câmbio. O álcool em gel 70% apesar de eficaz, pode danificar algumas peças. Nesses casos, água e sabão neutro são mais indicados. Uma saída simples é usar o borrifador pequeno, com a mistura de água e sabão infantil e umedecer todo o painel do veículo. E esfregar a região com um pano macio de microfibra, o vírus não resiste ao atrito com esse tecido.

_Deixou o carro com o manobrista? Siga as mesmas orientações: borrifar o sabão e depois passar o pano. Lembre-se, mesmo fazendo a limpeza não se deve levar as mãos ao rosto.

_Cuidado, não use alvejante ou água oxigenada no interior do carro. Evite também passar os produtos à base de amônia em telas e painéis, eles podem comprometer o funcionamento.

_O risco de contágio aumenta se alguém com gripe tossir ou espirrar no carro. O ideal é limpar com água e sabão neutro as áreas afetadas, como botões de comando ou alavancas de seta e faróis. Na falta do sabão neutro, álcool líquido 70% funciona bem para as partes duras do carro, sem danificar as peças.

_Para os donos de carros com banco de couro, uma boa hidratação é indicada. Há produtos direcionados para o material no mercado. Apesar de o couro sintético não necessitar de tanta hidratação, vale a pena executar o processo também para que ele não descasque ou rache por causa do ressecamento. O álcool líquido pode ser usado para limpar o couro, mas a longo prazo é melhor usar sabão em barra e água.

_No caso do tecido sintético, é melhor fazer uma mistura de água e sabão, entretanto sem espuma, porque ela deixará os bancos umedecidos, o que pode colaborar com desenvolvimento dos fungos.

_Evite o uso do ar-condicionado, prefira manter o interior do carro arejado com os vidros abertos. Principalmente se algum dos passageiros estiver com sintomas de qualquer infecção respiratória.

_Independentemente deste momento de epidemia, é indispensável realizar de forma regular a limpeza dos filtros do ar-condicionado, indicado a cada seis meses. Outra dica para eliminar os microrganismos que ficam nos dutos de ventilação, é ligar o ar quente no máximo, durante cinco minutos, antes de finalizar a viagem. Isso vai dar uma higienizada no sistema.

_Bater os tapetes diariamente deve ser rotina. Restos de alimentos, suor e sujeiras podem juntar bactérias, fungos e até insetos. Aspirar, limpar e pensar em higienização profissional, também é recomendado.