Força-tarefa é montada para que pacientes dialíticos não fiquem sem tratamento em Betim em razão das chuvas

0
286
Foto: PMB

Uma força-tarefa entre a Prefeitura de Betim, algumas entidades e outros municípios foi montada nesta segunda-feira (10), para transportar 33 pacientes que fazem hemodiálise e moram em cidades que estão ilhadas em consequência das chuvas e de interdições de estradas.

A prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria como Hospital Evangélico – prestador da Linha de Cuidados em Nefrologia -, juntamente com o Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, e com as secretarias municipais de Saúde e de Defesa Civil de Piedade dos Gerais, de Brumadinho, de Bonfim e de Juatuba, organizou uma “estratégia de guerra” para levar dezenas de pacientes até o Centro de Hemodiálise em Betim, onde esses pacientes recebem o tratamento regularmente.

A logística foi montada no último fim de semana. Pacientes do município de Piedade dos Gerais foram transportados por meio de helicóptero. Já os de Brumadinho chegaram a Betim em veículos adaptados para linha férrea e jipes 4X4. Os pacientes de Bonfim e de Juatuba seguiram de carro por uma rota mais longa. Para que possam continuar o tratamento, até que a situação se regularize, eles ficaram alocados em hotéis de Betim.

Toda essa movimentação se faz necessária, pois os pacientes dialíticos precisam passar por hemodiálise dia sim, dia não, impreterivelmente, sob o risco de sofrer seríssimas complicações que podem colapsar o organismo e até mesmo de levá-los à morte.

Segundo o Diretor de Regulação de Betim, Cláudio Alves, é uma prioridade da Secretaria de Saúde de Betim e das outras instituições envolvidas garantir o acesso desses pacientes ao tratamento, mesmo nessas condições adversas. “Esse pacientes não podem ficar sem o devido tratamento e por isso  todo esse aparto da força tarefa foi montado para o transporte desses pacientes.” afirmou.