Os sedãs que deixam os donos mais satisfeitos

0
1363
Modelos Virtus e Civic lideraram o ranking na categoria sedã compacto e sedã médio, consequentemente. Foto: Divulgação.

Virtus e Civic são os modelos com maiores elogios entre os proprietários

A revista Quatro Rodas elegeu os sedãs mais populares entre os donos brasileiros em 2020. De acordo com a pesquisa, os modelos Virtus e Civic lideraram o ranking na categoria sedã compacto e sedã médio, consequentemente.

Sedã médio

A classificação dos modelos sedãs médios é encabeçada pelo Honda Civic, que conquistou o tetracampeonato em 2020 nesse segmento com 99,9, a pontuação anterior era de 100,2.

Para conquistar o primeiro lugar, o carro contou com notas superiores a 100 em 13 dos 23 tópicos contemplados, sendo que em porta-malas (112,7), a nota foi a maior da pesquisa. O espaço interno (108,1), e design (103,7), foram destaques na categoria.

Os pontos negativos que ele adquiriu estão nos itens relacionados ao bolso do proprietário, reclamação recorrente em diversos modelos. O preço de compra (81,7), custos de peças (88,7), e valor de seguro (92,9).

Em segundo lugar, nessa categoria, está o Chevrolet Cruze. Com 99,2, na pontuação de 2019, a marca alcançada foi de 99,6 no ano passado. O utilitário teve notas menores que o Civic, mas conseguiu ultrapassar 100 pontos em nove itens e assim melhorou a nota do segmento para preço de compra (93,0).

O modelo da Chevrolet teve destaque em arranque (107,0), número de concessionárias (104,6) e consumo rodoviário (104,2). As piores médias são valor de revenda (89,7) e custo de peças (91,2).

Em terceiro está a Toyota com o sedã Corolla, que apesar de ser líder de vendas não se aproxima tanto assim dos rivais. Ano passado foi o terceiro consecutivo do modelo na terceira colocação.

O Corolla recebeu as notas mais altas em porta-malas e design (102,8) e velocidade de arranque (102,1). E as menores foram (85,8), no preço de compra, e (90,3), no custo de peças.

Sedã Compacto

Quem levou a medalha de ouro no âmbito dos compactos foi o Volkswagen Virtus, com 98,7 pontos. Na pesquisa anterior a marca era de 99,1. O modelo obteve as médias mais altas do segmento em tamanho do porta-malas (107,7), quantidade de concessionárias (106,3) – 540 em todo país – e acesso aos comandos (105,3).

O Virtus, de acordo com a revista, conquistou notas iguais ou acima de 100 em dez dos 23 itens avaliados. As piores médias foram em acabamento interno (85,6) – uma reclamação recorrente no caso dos Volkswagens – preço de compra (86,9), e nível de ruído interno (90,6). Em segundo lugar está o Toyota Yaris, com 98 pontos, 0,9 a menos que na edição anterior.

Ainda com apenas cinco notas iguais ou acima da marca de 100, o Yaris Sedan alcançou uma média final próxima à do rival Virtus pois fez mais pontos em itens como confiança no fabricante, equipamento, acabamento interno e preço de compra. Também em segundo lugar no quadro de colocação aparece o veículo Chevrolet Onix Plus (98).

 

Em seguida, o Fiat Cronos (97,8), em terceiro. O Ford Ka Sedan (95,7), em quarto. E em quinto os modelos Hyundai HB20S e Nissan Versa empataram (93,8) ocupando juntos essa posição.