Betim fecha shoppings, academias e impõe novas regras para templos religiosos

0
1791
Prefeito Vittorio Medioli (foto) também anunciou a instalação de quatro novas blitze sanitárias nos principais acessos à cidade. Foto: Print/ Facebook Live.

Desde o início de junho, a cidade já registrou quatro óbitos por Covid-19; 59 pessoas já se recuperaram do doença no município

No início da semana, o prefeito de Betim, Vittorio Medioli, antecipou durante uma live por meio das redes sociais novas medidas para combater a propagação do novo coronavírus na cidade.

Segundo o prefeito, além da suspensão de funcionamento por 15 dias de shoppings e academias, será obrigatório o uso de tapetes sanitizantes na entrada dos estabelecimentos comerciais, igrejas e templos e também em prédios públicos.

Até nessa quarta-feira (3), a cidade registrou 12* mortes por coronavírus. O município que havia terminado maio com oito mortes, do dia 1º de junho até o dia 3 confirmou mais quatro óbitos.

De acordo com Secretaria Municipal de Saúde, as duas últimas vítimas que tiveram as mortes confirmadas pelo novo coronavírus nessa quarta, são uma mulher, de 50 anos, portadora de comorbidades, que estava internada no Hospital de Campanha, no Clube da Fiat, desde o dia 28 de maio, e foi transferida para o Centro de Cuidados Intensivos (Cecovi-1), no Centro Materno, em 30 de maio, vindo a óbito no dia 1º de junho.

A segunda era um homem, 67, que não possuía nenhuma doença crônica e havia dado entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Guanabara no dia 27 de maio e foi transferido no mesmo dia para o Cecovi-1. A vítima tem a morte confirmada no dia 28 de maio.

Segundo o Boletim Epidemiológico desta quinta-feira (4), já são 5.410 casos de notificações de Síndrome Gripal, 1.590 descartados, e 150 casos confirmados de Covid-19 em moradores da cidade. Desse total de casos confirmados, 59 pessoas se recuperaram da doença, 73 seguem em acompanhamento e seis pacientes seguem internados na rede pública de saúde do município.

A prefeitura informou que a equipe de secretaria de Saúde está em contato com os familiares das vítimas dando orientações e apoio.

Dados da administração municipal revelam que até data de ontem (3), a taxa de ocupação dos leitos na cidade exclusivos para atendimento dos casos da Covid-19 estava em 8% no Cecovid-2, (Clube da Fiat) e em 67% nos leitos do Cecovid-1(Maternidade Infantil).

De acordo como prefeito Vittorio Medioli, o momento ainda é delicado e, por isso, a população deve continuar agindo com cautela. “Desde o primeiro decreto, deixamos claro que o acompanhamento dos números da epidemiologia e o comportamento da população seriam fundamentais para novas medidas de controle. Esta decisão aconteceu após muito debate entre técnicos da equipe de combate à pandemia da administração municipal”, elucida.

O prefeito também anunciou a instalação de quatro novas blitze sanitárias nos principais acessos à cidade, que terão como prioridade a fiscalização de ônibus e vans do transporte público.

Decreto

Já na última terça-feira (2), foi publicado no Diário Oficial de Betim o Decreto de Número 42.137, que esclarece novas regras de prevenção ao contágio e de enfrentamento da pandemia de Covid-19.

De acordo com o texto, fica determinado a partir desta quinta-feira (4) até o dia 18 de junho, a suspensão do funcionamento dos shoppings, academias, centros de ginástica e demais estabelecimentos de condicionamento físico. (Leia o texto completo clicando aqui)

Em um novo Decreto de Número 42.140, da última quarta-feira (3), o prefeito incluiu no texto de Número 42.137 a determinação de que, “Poderão continuar em funcionamento no interior dos shoppings centers, as agências bancárias e similares, Unidade de Atendimento Integrado (UAI), supermercados, farmácias e drogarias, clínicas, laboratórios e demais serviços de saúde.” (Leia o texto completo clicando aqui)

Fiscalização

Dados da força-tarefa de fiscalização mostram que 9.172 estabelecimentos comerciais já foram fiscalizados em todo o município, sendo que 92 foram multados por descumprimento de normas. Outros 497 foram fechados. Multas pelo não uso de máscara somam 304. Além disso, os templos religiosos também são fiscalizados. Para que possam abrir, os responsáveis por esses espaços devem assinar um Termo de Ajustamento Municipal (TAM) concordando com as normas de segurança estabelecidas por decreto, como a disponibilidade de álcool em gel, distanciamento entre os fiéis e restrição de pessoas. Até agora, 468 igrejas já assinaram o termo.

Restaurantes também devem seguir regras de segurança e são obrigados a firmarem o TAM. O dados apontam que 187 estão aptos a funcionar. Eles só podem funcionar até as 21h e são proibidos de comercializarem bebidas alcoólicas. Os donos de estabelecimentos estão sujeitos a pagar multa com valor a partir de R$ 1.000 para cada regra descumprida. Quem quiser denunciar o descumprimento de normas pode entrar em contato com a Ouvidoria Municipal, pelos telefones: (31) 3512-3453; 3512-3315, além do e-mail: faleouvidoria@betim.mg.gov.br.

Números

Segundo o boletim da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES), até a manhã desta quinta, foram registradas 323 mortes pela Covid-19 em Minas Gerais e 13.034 casos da doença já foram confirmados. Em todo estado, 5.606 pessoas já conseguiram se recuperar e 7.105 estão sob acompanhamento.

Dos 1.335 óbitos notificados e dos 323 foram confirmados, 176 encontram-se em investigação e 836 foram descartados para Covid-19. Belo Horizonte é a cidade mineira com mais óbitos pelo novo coronavírus, 55 no total.

Segundo os dados das secretarias estaduais de saúde do Brasil, no país são 587.017 mil casos confirmados de coronavírus, 32.602 mortes por conta da Covid-19 e a notícia boa é que 253.570 pessoas já se recuperaram da doença.

*No site da SES consta que em Betim há 11 mortes registradas até o dia de hoje por coronavírius, enquanto a Secretaria Municipal de Saúde confirma 12 óbitos.

Em nota, A Secretaria Municipal de Saúde informa que pode haver diferença entre os números apresentados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-MG) e pela Secretaria Municipal de Saúde de Betim, em razão da instabilidade do sistema e-SUS VE, do processo de avaliação, que é dinâmico, e do horário diário de fechamento dos dados.

**Matéria sob atualização.