Fiat irá auxiliar manutenção de ventiladores pulmonares, além de produzir 2 mil protetores faciais

0
1279
FCA informou estar impulsionando profissionais e recursos para elevar e acelerar a produção de ventiladores pulmonares no país. Foto: Léo Lara.

Empresa vai fabricar os equipamentos de proteção facial em impressoras 3D. Medida visa contribuir para combater a pandemia do covid-19 

A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) anunciou no último dia 31 de março, que está mobilizada para implementar um amplo programa de suporte às medidas para superar a crise decorrente da propagação do covid-19, o coronavírus, no Brasil.

“Nosso programa está baseado em uma estratégia coordenada e multidisciplinar, que abrange desde doações às autoridades da saúde até o aproveitamento dos conhecimentos e habilidades de nossos profissionais em áreas como engenharia, manufatura, design, finanças, compras, logística e direito para auxiliar no combate aos efeitos da pandemia no Brasil”, afirma o presidente da FCA para a América Latina, Antonio Filosa.

“Nossos profissionais disponíveis para auxiliar no combate aos efeitos da pandemia no Brasil”, Antonio Filosa Foto: Léo Lara.

A montadora fundou um comitê executivo interno, liderado pelo presidente, com reuniões diárias, que debate oportunidades de cooperação e auxílio no combate à pandemia. Outras medidas de apoio para o Brasil e demais países estão em estudo pela empresa.

A FCA informou estar impulsionando profissionais e recursos para elevar e acelerar a produção de ventiladores pulmonares no país. O equipamento é crucial para o tratamento dos casos mais graves da doença provocada pelo novo coronavírus. Segundo dados da LifesHub Analytics e da Associação Catarinense de Medicina (ACM), atualmente o Brasil conta com 65.235 ventiladores, sendo 17.837 na rede privada e 47.398 no Sistema Único de Saúde (SUS).

O Governo Federal ainda espera adquirir mais de 15 mil respiradores em curto prazo, porém a capacidade instalada para produção desses equipamentos no país não é capaz de atender o atual momento de emergência em tempo hábil. “A FCA está dando suporte a fabricantes nacionais do equipamento para identificar necessidades frente ao desafio de aumentar rapidamente a produção”, informou a empresa.

Os polos automotivos, em Betim-MG e Goiana-PE, serão pontos de recebimento e manutenção de ventiladores fora de operação, servindo como bases de mão-de-obra e recursos técnicos para os estados de Minas Gerais, Pernambuco e Paraíba. Estima-se que cada respirador recuperado poderá atender até dez pessoas.

Em Goiana, a FCA está montando um hospital de campanha preparado para o atendimento de casos de covid-19 na região. O prédio, construído pela empresa para a instalação de uma Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UPAE), segue em fase de adequação para abrigar 100 leitos.

Já no município localizado na região metropolitana de Belo Horizonte, o Fiat Clube, área recreativa e esportiva, será cedido à Prefeitura de Betim e ao Governo de Minas Gerais para abrigar um hospital de campanha para recepção, triagem e internação de pacientes da covid-19. A área utilizada dentro clube, de aproximadamente 1.500 m², foi transformada em um centro médico com capacidade para 200 leitos instalados pela administração municipal.

Protetores faciais

FCA está mobilizando know-how das áreas de engenharia, design e manufatura para a produção em impressoras 3D de protetores faciais plásticos. Foto: Léo Lara

Outro auxílio promovido dentro do polo automotivo em Betim, pela FCA, é a mobilização know-how das áreas de engenharia, design e manufatura para a produção em impressoras 3D de protetores faciais plásticos, utilizados pelos profissionais da saúde no atendimento a pacientes da covid-19. “A empresa vai fabricar cerca de 2 mil peças, todas a serem destinadas para doação a serviços de Saúde de Minas Gerais e Pernambuco”.

Hospital Mater Dei

A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), a FCA, algumas empresas mineiras e o Hospital Mater Dei estão trabalhando na disponibilização de quatro andares de internação na unidade Betim – Contagem, do hospital. No local, será montada uma estrutura de assistência a pacientes que contraíram o novo coronavírus.

O espaço terá cerca de 242 leitos. “Nesse projeto, caberá à Rede Mater Dei oferecer a estrutura, incluindo o parque tecnológico de medicina diagnóstica com raio X, ultrassom, tomografia, ressonância magnética, entre outros exames, e fazer toda a gestão assistencial. Ao Governo de Minas Gerais caberá disponibilizar equipes assistenciais e de apoio”.

Atividades Paralisadas

Recentemente, a Fiat Chrysler Automóveis anunciou a paralisação total de suas atividades a partir do último dia 27 de março. Segundo uma nota emitida pela montadora, as sedes em Betim-MG, Goiana-PE e Campo Largo-PR, terão os serviços totalmente interrompidos, com previsão de retomada em 21 de abril deste ano. “A paralisação total se dará mediante as rigorosas medidas preventivas já adotadas para garantir a saúde e integridade dos funcionários”.