Tracker 2020: Nova versão do SUV da GM já tem data de lançamento

0
1839
O modelo está maior que os anteriores. São 4,27 metros contra 4,24 m do atual. Foto: Chevrolet/ Divulgação.

Fabricado em São Caetano do Sul (SP), o modelo terá uma gama maior que a versão anterior, importado do México. Segundo a GM, a meta é produzir volume suficiente para brigar pela liderança do segmento

A General Motors (GM) apresenta o novo modelo de SUV, a nova geração Tracker, até final de fevereiro. Enquanto isso, a montadora promove diversos descontos a fim de zerar os estoques da versão anterior. Há abatimentos que chegam até R$ 12 mil, nas versões LT e Midnight. Com os valores reduzidos, a variante de entrada está sendo vendida por R$ 83.990, ante os R$ 94.990 cobrados no preço de tabela geralmente, enquanto o Tracker Midnight está custando R$ 96.990.

Anteriormente, a previsão de chegada do novo SUV às lojas era para abril deste ano. Porém, segundo a página Motor1, do portal UOL, uma unidade do Tracker 2020 estava em um caminhão cegonha, demonstrando que os trabalhos estão a todo vapor. Em contato com concessionárias, o portal apurou que na verdade a estréia do veículo está confirmada para segunda quinzena de fevereiro deste ano.

O modelo flagrado aparenta ser a versão intermediária LT, com rodas aro 16″ e retrovisores e maçanetas na cor da carroceria. Haverá um modelo de entrada com todos esses componentes sem pintura. Ele deverá ser chamado simplesmente de “Turbo”.

Agora fabricado no Brasil, em São Caetano do Sul (SP), o novo Tracker terá uma gama maior que o modelo anterior, importado do México. Segundo a Chevrolet, a meta é produzir volume suficiente para brigar pela liderança do segmento. Ou seja, superar a marca das 6 mil unidades mensais, na briga contra VW T-Cross, Hyundai Creta, Nissan Kicks e, principalmente, o Jeep Renegade. Preços e opção de versões devem ser baseados na linha Onix, da qual o novo Tracker utiliza a mesma plataforma e diversos componentes.

VERSÕES

O motor 1.4 turbo de 4 cilindros do modelo será trocado por duas unidades de 3 cilindros: uma 1.0 turbo com injeção no coletor de 116 cv e 16,8 kgfm (a mesma do Onix), e um 1.2 turbo com injeção direta (estimada em 140 cv) que começa a ser produzido em breve, em Joinville (SC). A primeira terá opção de câmbio manual ou automático de 6 marchas, enquanto a segunda virá exclusivamente com a transmissão automática. A tração será sempre dianteira.

Assim como o Onix, o Tracker conta com central multimídia com internet 4G, carregador de celular sem precisar de fio, chave presencial, botão de partida e alerta de ponto cego e também com assistente de estacionamento automático. Entretanto haverá itens exclusivos, como teto-solar panorâmico e faróis full-LED na versão no topo de linha Premier. O porte será semelhante ao do Tracker que conhecemos, contudo, com melhor o espaço interno do carro será melhor aproveitado, assim como o porta-malas com espaço maior.

DIMENSÕES

O novo Tracker 2020 não é totalmente uma novidade, seu visual foi revelado pelas imagens que apareceram da China, país onde foi apresentado antes. O modelo está maior que os anteriores. São 4,27 metros contra 4,24 m do atual. Entre-eixos, passou de 2,55 m para 2,57 m, enquanto que a largura foi de 1,79 para 1,76. O design ficou mais moderno e agressivo, com linhas mais angulares que às da atual geração.

Os preços ainda são segredos. Mas deverão iniciar na faixa dos R$ 75 mil. Segundo o Jornal do Carro, do Estadão, a Chevrolet confirmou a chegada do novo Tracker 2020, que está em fase de finalização dos testes de homologação, até março no Brasil.